Declaração da Fé

As Escrituras Sagradas

Nós cremos que a Bíblia consiste exclusivamente do Velho e do Novo Testamento, é inspirada pelo Espírito Santo, e é isenta de erro nos manuscritos originais. Apenas a Bíblia é infalível e autoridade final para nossa conduta, doutrina e assuntos da fé. (II Tim. 3:16-17; II Pedro 1:20-21; Mt. 5:18; I Tess. 2:13).

Deus

Nós cremos na unidade das três pessoas distintas, (O Pai, O Filho e O Espírito Santo) em um só Deus e cada pessoa da trindade é igual no seu ser, natureza e poder. Ele é O Criador, soberano e infinito no seu conhecimento, presença, poder e sabedoria. Ele é perfeito no amor, santidade e justiça. Ele é eterno e auto-existente (João 4:24, 14:6; I Reis 8:27; Salmos 90:2; Tiago 1:17; Heb 13:8; Is. 6:3, 46:10; Mt. 28:18, 19; Marcos 10:18; Deut. 6:4; II Cor. 13:14).

A Pessoa e Trabalho de Cristo

Nós cremos que Jesus Cristo é O Filho unigénito de Deus, O Messias prometido no Velho Testamento e concebido pelo Espírito Santo, nascido da virgem Maria na plenitude do tempo. Ele é totalmente Deus e totalmente homem sem pecado. Foi crucificado, morto, sepultado e no terceiro dia ressuscitou. O derramamento do sangue dEle é suficiente para a salvação de toda a humanidade. Ele está sentado no lado direito do Pai intercedendo pelo seu povo e um dia voltará corporalmente em poder e glória. (Heb. 1:1-5; João 1:1-5, 14, 4:29, 5:21; 8:58, 10:30; 17:5; Gal. 4:4; Filipenses 2:6-11; Mat. 1, 2; Luc. 1, 2, 19:10; Rom. 1:4; I Tim. 2:5).

A Pessoa e Trabalho do Espírito Santo

Nós cremos que O Espírito Santo é Deus. Ele foi enviado ao mundo para glorificar Jesus Cristo e convencer o mundo do pecado, da justiça e do juízo. No momento da conversão O Espírito Santo regenera o indivíduo e habita nele. Ele é dado como uma garantia da herança do cristão. Ele concede dons a cada cristão para a edificação da Igreja e também enche e capacita o cristão a medida que se submete a Ele. (Mt. 28:19; II Cor. 13:14; Mt. 3:16-17; Ef. 1:13; Tito 3:5; João 14:17; Rom. 12; I Cor. 12; Ef. 5:18; Gal. 5:16-18).

Natureza Humana

Nós cremos que Adão e Eva foram criados por Deus na imagem e semelhança dEle. Quando eles desobedeceram a Deus foram julgados e punidos com a morte física e espiritual. Os descendentes de Adão (todos nós) herdaram a natureza pecaminosa e as suas consequências. Somos culpados perante Deus e absolutamente separados dEle sem condições de sermos reconciliados a Ele pelo nosso próprio esforço. (Gen. 1:26, 27, 2:7, 3:1-24; Heb. 9:14; Rom. 3:9-23, 5:12-21, 6:23; Salmos 51:5).

Salvação

Nós cremos que a salvação do pecado é encontrada somente em Jesus Cristo. A salvação é eficaz por causa do sacrifício de Cristo na cruz. É oferecida gratuitamente a todos mas recebida por uma decisão pessoal quando se-arrepende e crê unicamente em Jesus independente de obras humanas e qualquer esforço próprio. É neste momento que a pessoa recebe a justificação de Deus e a vida eterna. O salvo não pode perder a salvação e está seguro eternamente. A vida de uma pessoa salva é caracterizada por crescimento espiritual (At. 16:30, 31; João 1:12; 3:16, 10:27-29; Heb. 2:9; I João 2:2; Rom. 3:21-26, 5:12-21, 6:23; 8:18-39, 10:9-10; Ef. 1:13-14).

A Igreja

Nós cremos que a igreja foi ordenada por Deus para cumprir a missão dEle no mundo. A igreja universal é composta de todos que crêem em Jesus Cristo como Salvador. A igreja local consiste de cristãos com-prometidos que se reúnem semanalmente e administram o Baptismo e a Santa Ceia, os quais são ordenanças dadas por Jesus e atos da nossa obediência, mas não salva uma pessoa. Os cristãos se reúnem para louvar a Deus, encorajar uns aos outros, dar e receber instrução das Escrituras, e fazer discípulos de Cristo. A igreja foi chamada para a evangelização de cada nação e povo e para ser sal e luz neste mundo (Mt. 16:18; At. 1:6-8, 2:41-47, 6:1-7; Mt. 28:19-20; I Cor. 11:17-33, 12:12-14).

Satanás

Nós cremos na existência e realidade de Satanás. Ele é um ser criado por Deus que se rebelou contra Deus. Ele é o inimigo de Deus e da humanidade. Embora seja poderoso neste mundo ele é condenado por Deus à destruição eterna no futuro. (Gen. 3:1, 14-15; Ap. 12:7-18, 20:7-10; Mt. 4:1-11; Heb. 3:14-15; I Pedro 5:8-9).

Eventos Futuros

Nós cremos na volta visível e pessoal de Jesus Cristo a este mundo para julgar conforme as profecias nas Escrituras. Na plenitude do tempo os mortos ressuscitarão e toda a humanidade aparecerá perante Deus para prestar contas. Todos os cristãos serão transformados, glorificados e regozijarão-se na vida eterna na presença de Deus. Os incrédulos serão julgados e condenados à punição eterna e viverão eternamente separados de Deus. (Mt. 24:30-51, 25:41-46; Filipenses 1:23, 3:20-21; Ap. 19:11-16, 20:1-15, 21:1-22:21; João 14:1-3; I Tess. 2:19, 3:13; II Tess. 1:6-10; Lucas 16:19-31).